Oysterworld – Produção de Ostras

A Oysterworld, Lda., fundada em 2013, tem como principal objetivo a produção de bivalves, nomeadamente ostras em várias marinhas, no estuário do Sado.

Para o desenvolvimento da sua atividade, a empresa conta com 4 marinhas – Canes, Santos, Alcaçarenha e Torinos, localizadas em Setúbal. A peculiaridade destas marinhas torna-as ideais para o desenvolvimento de uma ostreicultura, nomeadamente ao que respeita às condições hidrográficas (marés), níveis de salinidade e riqueza de fitoplâncton.

Oyster World - Produtor de Ostras Mar2020 Mar2030 Investimentos em Transformação Comercialização de Produtos Agrícolas Becorporate Consultoria em Projetos de Investimento Incentivos Fundos Comunitários

No âmbito da colaboração com a empresa, a BECORPORATE atua como assessora na captação de financiamento (através de várias rondas de financiamento através da Goparity) bem como na gestão de incentivos ao investimento.

No que respeita à gestão dos incentivos / monitorização dos pedidos de pagamento, sabia que, ao longo dos últimos 2 anos foram analisados pela BECORPORATE aproximadamente 400 pedidos de pagamento? Convidamo-lo a ler um pouco mais no nosso artigo, sobre a importância e atividades desenvolvidas na análise de um pedido de pagamento.

A BECORPORATE assessorou todo o processo de elaboração de candidatura ao Sistema de Incentivos Mar2020, incluindo a Estruturação do Plano de Investimentos, a realização dos Estudos Técnico-Económicos de suporte, o qual contém o Estudo de Viabilidade da operação, o estudo da tração do produto no mercado e a modelação do sistema de produção.

No âmbito do projeto, pretendeu-se, por um lado, realizar investimentos com vista ao reforço e modernização do processo produtivo – tanto qualitativamente, como em volume. Por outro lado, pretendeu-se reformular a disposição dos tanques desta ostreicultura, melhorar a qualidade dos produtos por aplicação de técnicas de maneio adequadas e, ainda, promover a eficiência energética pela utilização de fontes renováveis. As marinhas que ficaram sujeitas à intervenção foram: Cannes e Alcaçarenha.

Neste sentido, a realização dos investimentos que compunham a candidatura, tinha como objetivos o aumento da produção, do volume de negócios e da qualidade do produto, e alcançar maiores margens comerciais.

***

Os “investimentos produtivos”, previstos na medida P02M01 do Mar2020, têm como finalidade promover o aumento da competitividade e da viabilidade das empresas aquícolas, em particular das pequenas e médias empresas.

As taxas de apoio público para os projetos apresentados neste regime são de 50% das despesas elegíveis da operação (incentivo não reembolsável), podendo o apoio máximo alcançar 6,5M€ por operação.

Verifique outras referências no mesmo setor:

A abertura do programa operacional Mar2030 está prevista para o segundo semestre de 2022, o qual contará com uma dotação de 252M€.

Palavras-Chave

Oysterworld / Mar2020 / Candidatura / Estudo de viabilidade / Aquicultura / Financiamento / Goparity

Mais Portfólio

Área Investidores

Antes de submeter o formulário, consulte o nosso portfolio, onde também poderá encontrar o tipo de projetos que temos em carteira.

Caso identifique algum projeto que se enquadre no seu perfil de investidor, dê-nos a indicação, preenchendo os campos abaixo.

Centro de Resolução de Litígios

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a um Centro de Resolução de Litígios de consumo:

CNIACC – Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo – www.​cniacc.pt

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Distrito de Coimbra – www.​centrodearbitragemdecoimbra.com

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa – www.​centroarbitragemlisboa.pt

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo da Região Autónoma da Madeira – www.​madeira.gov.pt/cacc

Centro de Informação e Arbitragem do Porto – www.​cicap.pt

Centro de Informação e Arbitragem do Vale do Ave – www.​triave.pt

Centro de Informação e Arbitragem do Vale do Cávado – www.​ciab.pt

Centro de Informação, Mediação e Arbitragem do Algarve – www.​consumidoronline.pt/pt/

Para atualizações e mais informações, consulte o Portal do Consumidor em www.​consumidor.pt

(ao abrigo do artigo 18.º da Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro)